UMinho debate amanhã os incêndios em Portugal

OncoDNA quer alargar o espectro de colaborações em Portugal entre hospitais e centros de oncologia
novembro 13, 2017
Ver todos

UMinho debate amanhã os incêndios em Portugal

Conferência assinala um mês sobre “o pior dia do ano” e inclui a apresentação da licenciatura em Proteção Civil e Gestão do Território

 

O Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade do Minho, em Braga, recebe esta quarta-feira, às 17h00, a conferência-debate “Fogo Cruzado: incêndios, gestão do território e responsabilidade social”. O evento sucede um mês depois daquele que foi considerado o pior dia do ano em matéria de incêndios, causando mais de 500 ocorrências e 45 mortos. A iniciativa junta investigadores, jornalistas e profissionais para refletir sobre o fenómeno de forma integrada. A entrada é livre.

 

A sessão de abertura conta com o pró-reitor para Novos Projetos de Ensino, Filipe Vaz, a presidente do ICS, Helena Sousa, o presidente da Escola de Engenharia, João Monteiro, a diretora do Departamento de Geografia, Paula Remoaldo, e o diretor do Departamento de Engenharia Civil, José Teixeira. Seguem-se as palestras “O jornalismo em momentos de trauma – O caso de Pedrogão Grande”, pelo fotojornalista Adriano Miranda, do jornal “Público”, “Incêndios Florestais em Portugal Continental em 2017: Crónica de uma tragédia anunciada”, pelo professor António Bento Gonçalves, da UMinho, e “O papel da proteção civil municipal em grandes operações”, pelo chefe de divisão municipal da Proteção Civil de Braga, Vítor Azevedo.

 

Às 19h00 vai ser apresentada a licenciatura em Proteção Civil e Gestão do Território da UMinho, pelo professor António Vieira. O curso está aprovado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior e destaca-se pelo seu caráter multidisciplinar, envolvendo sete Escolas/Institutos da academia (Ciências Sociais, Engenharia, Ciências, Direito, Psicologia, Enfermagem, Educação). O programa inclui ainda, às 19h30, um debate aberto ao público. O evento é organizado pelo ICS, com apoio do Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território e do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *